19 fevereiro 2012

O canto sem graça que eu gosto tanto...

Outro dia , fiz faxina no quarto e decidi fazer algumas mudanças,pra variar. Esse canto é o canto que tinha tudo e agora pouco tem. Pudera, tem uma faixa do forro que está trincado, pois a casa é bem antiga e o material ( estuque) que faziam há alguns anos, vem abaixo, como já veio do quarto ao lado.
Esse tal de estuque é um material que se usava nas casas antigas por ser na época, uma forma barata de fechar o espaço entre o telhado e os ambientes. Nossa, com o tempo, os sarrafos que seguram a massa, que forma o tal do forro, vem abaixo sem dó e nem piedade.
Como já está trincado, decidi pela prevenção e esvaziei essa lateral do quarto, deixando apenas uma mesa pra apoiar as revistas pra leitura noturna , um mancebo e uma cadeira de balanço que costumo usar no horário da novela das 08 da  noite.
Mas é um canto que gosto muito, embora quase vazio.Posso visualizar a parede que tem efeito dourado e as telas preparadas com carinho. Posso abusar do conforto da cadeira e pernas esticadas no banco antigo de madeira. Posso cochilar a vontade e ver a rua toda pela janela ao lado.
Basta um pouco e a vida acontece.

Um comentário:

Fabiano Eco Designer disse...

Lindo e confortável seu cantinho e o melhor é poder olhar a rua pela janela rsrsrsrs