23 março 2008

O Luxo do Lixo.........



Lixo vira obra de arte em megaevento no SESC Interlagos
15 jul de 2004
Luxo do Lixo mostra as diversas possibilidades de uso de diferentes materiais
A cidade de São Paulo gera atualmente cerca de 10 mil toneladas de lixo domiciliar por dia. No Brasil, a quantidade chega a 150 mil toneladas diárias. O desperdício é um dos fatores que mais contribuem para o aumento deste número. Segundo o Instituto Akatu, organização não-governamental ligada à área de consumo consciente, se 1 milhão de famílias reduzirem pela metade a quantidade de alimentos que jogam no lixo, 90 mil toneladas de comida serão economizadas a cada ano, o suficiente para alimentar 260 mil pessoas nesse período. Para mostrar que estes números podem ser reduzidos e que o lixo pode ser transformado em arte, o evento Luxo do Lixo - Reduzir * Reutilizar * Reciclar - menos consumo mais vida, segue até agosto no SESC Interlagos, com uma grande exposição e atividades integradas das quais fazem parte debates, oficinas, espetáculos teatrais, shows e atividades ao ar livre.A porta de entrada da exposição é o Labirinto das escolhas, painel com cenas do cotidiano de uma família e os resíduos gerados pelas atividades normais destas pessoas. As opções sobre o que fazer com os resíduos levam a diferentes caminhos. Concebido pela artista plástica e educadora Beatriz Vidal e pelo arquiteto Helio Mota, o labirinto é composto por objetos cenográficos criados por artesãos de cooperativas de catadores de lixo.
Instrumentos sonoros, também construídos a partir de objetos encontrados nas latas do lixo - como tubos de papelão, latas de tinta, pneus velhos e garrafas plásticas - transformam-se no espaço Resíduos Sonoros, pensado pelo luthier Fernando Sardo que há quase 20 anos vem construíndo novos tipos de instrumentos com materiais alternativos. As curiosidades desta área ficam por conta da "flautozorante", uma grande flauta coletiva construída com tubos de desodorante spray e a harpa-marimbau, feita de cordas metálicas extraídas de pneus e latas.
Além dessas instalações, quem visitar a exposição poderá participar de atividades didáticas no Laboratório Resíduos&Tecnologias e assistir a diferentes intervenções musicais, teatrais e literárias no palco Resíduos Artísticos. Da programação integrada fazem parte ainda os espetáculos O Catador de Lixo, da Cia Lúdica; Cascas, latas e outros lixos, da Cia Canarepe, palestras com os temas O lixo e a Represa Billings; Como organizar sistema de coleta, tratamento e destinação de resíduos? Como organizar cooperativas? Formação de multiplicadores e Lixos da Cultura.
lixo: o que fazer com ele?
Muitas vezes parece difícil lidar com a sobre daquilo que consumimos. Em primeiro lugar, observe seu lixo. Analise seus componentes e reflita se realmente é necessário jogar todo aquele material fora. Em segundo lugar, coloque em prática os 3Rs: Reduzir, reutilizar e reciclar. O primeiro R tem relação direta com a redução. Pense duas vezes antes de comprar ou usar algum produto. Algumas dicas:
- revise textos na tela do computador antes de imprimi-los. Assim economiza-se papel;- se possível, faça assinatura comunitária de jornais e revistas ;- aproveite talos e folhas de verduras, cascas de frutas, etc (no site do programa Mesa Brasil SESC São Paulo você pode baixar um livro cheio de receitas econômicas);- evite embalagens supérfluas, sofisticadas ou de difícil (isopor, caixas tipo longa vida, etc.) ou nenhuma (celofane, papel aluminizado, etc.) reciclagem no Brasil
O segundo R, ligado à Reutilização, visa o aproveitamento máximo dos produtos antes de jogá-los fora. Utilize frascos e potes, que possam ser reutilizados, mais de uma vez. Conserte utensílios e aparelhos (em sapateiros, costureiros, restauradores, etc.) ou transforme-os em outros. Os sebos e brechós, por exemplo, são ótimos locais para troca ou venda daqueles materiais que não servem mais para o seu próprio uso.
A reciclagem é a última opção e forma o terceiro R. Não é possível reciclar materias em casa ou no trabalho, com exceção do papel. A reciclagem é um processo industrial que demanda equipamentos e técnicas especiais. O que é possível é definir qual destino será dado ao lixo produzido dentro de casa que não foi reutilizado.
Estas dicas fazem parte do site USP Recicla. Para saber mais http://www.sescsp.org.br/sesc/Revistas/subindex.cfm?paramend=1&IDCategoria=3053#
Você é um consumidor consciente? Visite o site do Instituto Akatu e faça o teste http://www.sescsp.org.br/sesc/Revistas/subindex.cfm?paramend=1&IDCategoria=3053#O que: Luxo do lixoQuando: quarta a domingo, das 9h às 18hOnde: SESC Interlagos - av. Manuel Alves Soares, 1100 Ingressos: R$1,00 a R$10,00Preços especiais para visitas de grupos e escolas previamente agendadasTelefone para agendar visitas coletivas: 11 5662 9521 / 9533 / 9534



matéria extraida do Google/ Sesc Interlagos.































Nenhum comentário: