07 janeiro 2014



Entre cores e escolhas


 E se pensarmos bem veremos que muitos momentos já se foram. Quantas andanças, mas a gente nem se dá conta. O tempo simplesmente passa. A gente fala de amor....escuta o amor ...ama que ama...e do nada há uma explosão que se desfaz ..e o amor ...ah! o amor a gente simplesmente pensa que foi pra não mais voltar. Logo mais descobre que a gente somente sofre pra aprender.....
 E então, a gente descobre que a vida , o tempo todo nos dá presente e um deles, talvez o maior, é começar pelo amanhecer e  tão somente amando a gente mesmo...se amando. O espelho não nos ensina...apenas nos faz ver os reflexos que talvez, de nós mesmos , que temos tantos nós pra desatar.
 E os momentos de amor continuam...um aqui e outro ali.  Alguns com tanto tempo pra nos ouvir e outros com sobra de falta de tempo. As vezes a gente nem quer lembrar de tudo que é andança...outras vezes, Ah! que bom lembrar...e a gente pensa que não vai mais amar...mas a  saudade vem ..saudade de amar outra vez. Entre cores , sonhos e palavras explode novamente a paixão e a gente ama. Simples assim.


 A vida vive falando: Ame mais você. E os  momentos continuam. Nossa! que bom se todos se congelassem.Nunca mais despregar dos nossos olhos e nunca mais desgrudar do coração. Ser feliz longe de quem se ama??? Nunca! Mesmo que seja tão somente por palavras...mesmo que tenha a distância...o importante é simplesmente Amar.
 .....Bem devagarinho e ao mesmo tempo explodindo...continua brotando...brotando e a cada dia, mais intenso...esse amor, que nos surpreende...e quando a gente se junta...quer ficar assim bem mais junto...porque quem se separa sabe dos medos todos, incluindo o de ir embora...e então a gente quer se congelar. Quem sabe impedir o tempo de passar, mas ele corre...e o momento não se congela a não ser lá na alma.
 Ficam as cores porque de repente a gente se dá conta que a vida é como um trem que passa...ele passa...a vida passa...ou até quem sabe , somos de fato, nós que passamos e simplesmente passamos mesmo.... não só pelo tempo, mas pelas pessoas...pela vida.
E o sol, nasce numa estrada nova todo dia. Mesmo que consigamos impedi-lo, nada o detém. Ele simplesmente brilha.  Não se importa com nossas dores. Ele vai brilhar sempre.  Sendo assim, entre cores e escolhas, que façamos a opção por brilharmos .


Nenhum comentário: